TRF-4 nega embargos e Sérgio Moro decreta prisão de Delúbio Soares

TRF-4 nega embargos e Sérgio Moro decreta prisão de Delúbio Soares
24.05.2018

EX-TESOUREIRO DO PT ESTÁ CONDENADO A 6 ANOS NA LAVA JATO
Publicado: 23 de maio de 2018 às 18:26 – Atualizado às 19:45
Redação

DESEMBARGADORES DETERMINARAM ‘O INÍCIO DO CUMPRIMENTO DA PENA POR ESTAREM ESGOTADOS OS RECURSOS EM SEGUNDO GRAU‘
PUBLICIDADE

O Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) negou nesta quarta-feira, 23, por unanimidade, os embargos de declaração do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, condenado no ano passado a seis anos de prisão por lavagem de dinheiro em processo no âmbito da Operação Lava Jato.
O tribunal também negou os recursos do operador Enivaldo Quadrado, do economista Luiz Carlos Casante e do empresário Natalino Bertin. Ao final do voto, o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator, determinou ‘o início do cumprimento das penas por estarem esgotados os recursos em segundo grau’.

Assim como no caso de Lula, o juiz federal Sérgio Moro expediu o mandado de prisão do ex-tesoureiro.

Delúbio já havia sido condenado no escândalo no Mensalão. O ex-tesoureiro pegou 6 anos e 8 meses de prisão no regime semiaberto por corrupção ativa e foi preso em novembro de 2013. Menos de um ano depois, em setembro de 2014, ele passou para o regime aberto.

O processo é um desdobramento do polêmico empréstimo de R$ 12 milhões tomado pelo pecuarista José Carlos Bumlai junto ao Banco Schahin, em outubro de 2004. O dinheiro era destinado ao PT, segundo a força-tarefa da Lava Jato.

Diariodopoder.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.