Para Lula venda de MPs é coisa de bandido



 

No depoimento que prestou à Justiça no último dia 6 de janeiro, o ex-presidente afirmou que nunca recebeu lobistas enquanto ocupou a presidência da República e chamou de “coisa de bandido” o suposto esquema de venda de medidas provisórias em benefício de montadoras

247 – O ex-presidente Lula afirmou nunca ter recebido um lobista durante seu mandato de presidente da República e chamou de “coisa de bandido” o suposto esquema de venda de medidas provisórias em benefício de montadoras, caso investigado na Operação Zelotes.

As declarações foram feitas em depoimento à Justiça no último dia 6 de janeiro. As 10 páginas do depoimento foram obtidas pelo jornal O Estado de S. Paulo. Segundo reportagem do veículo, Lula disse ainda aos investigadores que não sabia do negócio de seu filho, Luís Cláudio Lula da Silva, com o lobista Mauro Marcondes Machado.

“Afirmou ainda que mesmo após sua saída do cargo público nunca nem ele nem seus parentes realizaram atividade de lobby ou consultoria empresarial. Disse que fazia questão de informar que realiza conferências no Brasil e no exterior, sempre em defesa do interesse nacional, e que tomou como decisão de honra não interferir na gestão do novo governo”, registrou a PF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.