A candidatura a vereador e o jingle de campanha do policial Piauí em 1982

No ano de 1982 com a transformação do território de Rondônia em Estado, iria se realizar eleições párea escolha de deputados estaduais, constituintes, deputados federais e excepcionalmente três senadores, um para mandato de oito anos e dois para mandato de quatro anos, além da renovação para a Câmara Municipal de Porto Velho E O Governador Jorge Teixeira queria eleger para o Senado, Odacir Soares, Claudionor Roriz e Galvão Modesto.

Naquela oportunidade a cúpula da Secretaria de Segurança resolveu que deveria eleger um vereador, um deputado estadual, um federal, sendo escolhido então como candidatos João Paulo das Virgens para vereador, o delegado Walderedo Paiva para deputado estadual e o delegado João Lucena Leal para deputado federal.  

Correndo por fora, ou seja, por sua conta e risco, o policial Waldemir Cardoso, mais conhecido por Piauí, que era subdelegado Jacy-Paraná, Mutum e região se candidatou pelo PDS para ser vereador.

Nem precisa dizer que a candidatura de Piauí enfrentou todas as dificuldades possíveis, pois além de não contar com o apoio dos colegas da Secretaria de Segurança, ele Piauí não tinha recursos financeiros e fazia toda sua campanha foi feita num carro velho, com uma pequena cota de combustível.

Considerando todas essas dificuldades, Piauí espertamente resolveu compor um jingle de campanha, claro ligando a sua pessoa a figura do verdadeiro mito que era o então governador Jorge Teixeira de Oliveira, a outro mito que era Chiquilito Erse e aos três candidatos ao Senado, Odacir Soares, Galvão Modesto e Claudionor Roriz, fazendo essa sua composição muito sucesso naquela campanha tocada num som precário instalado no seu velho carro.

 Jorge Teixeira é o nosso governador

Para deputado Chiquilito e Heitor

Galvão Modesto é o nosso senador

Com Odacir tem também Claudionor

Não há tristeza que agüente

O povo já apoiou, o Wlademir Cardoso o Piauí, é o nosso vereador.

Repete:

Não há tristeza que agüente

O povo já apoiou o Wlademir Cardoso o Piauí é o nosso vereador.

 Ao se abrir as urnas estavam eleitos para vereador, o agente policial João Paulo das Virgens, para um mandato de seis anos, deputado estadual constituinte delegado Walderedo Paiva dos Santos e o delegado João Lucena Leal, deixou de se eleger deputado federal por cerca de 100 votos, dando assim os servidores da Secretaria de Segurança Pública de Rondônia uma demonstração de força e união.

Com relação a o Piauí, apesar do seu entusiasmado jingle de campanha, o mesmo não se deu bem nas urnas, obtendo alguns poucos votos, pois além das dificuldades já citadas, ele ignorou que a população daqueles distritos que era a sua base eleitoral, era composta praticamente por garimpeiros vindos de outros Estados da Federação, portanto, sem domicílio eleitoral em Rondônia.     

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.