Atentado fez o Itamaraty cancelar festas de 7 de Setembro nas embaixadas

Ordem do governo foi comemorar a Independência com sobriedade

Facada fez Itamaraty ordenar cancelamento de festejos da Independência no exterior

Tão logo soube do atentado a Jair Bolsonaro (PSL), na quinta (6), o Ministério das Relações Exteriores ordenou a todos os embaixadores do Brasil mundo afora “observar a devida sobriedade” nas celebrações de 7 de Setembro, “em razão da consternação” envolvendo o fato, cancelando inclusive shows artísticos e culturais. A Circular Telegráfica, à qual esta coluna teve acesso, foi acatada pelos embaixadores. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A Circular Telegráfica nº 108709 foi enviada de forma particular, por e-mail. Mensagens oficiais são transmitidas na série telegráfica normal.

A Circular é expediente oficial, informa o embaixador Tarcísio Costa, do Itamaraty, e “não tem absolutamente nada de particular nisso”.

“Verdade isso que recebi?”, indagou embaixador, em grupo restrito de diplomatas no whatsapp. “Não sei, mas vou sondar”, respondeu outro.

“É verdade, sim”, esclareceu um terceiro. “Cancelar eventos é meio forte”, disse mais um, incrédulo. “Um tanto demais, né?”.

Diariodopoder.com.br