Congresso recebe relatórios do TCU sobre contas do governo de 2014



Jonas Pereira/Agência Senado:
Após se reunir com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para apresentar o documento, o ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União, disse sair otimista de que o Legislativo vá fazer desta vez a avaliação das contas do governo, o que não acontece desde 2002; “Senti uma excelente boa vontade. Ele disse que priorizaria isso. É um avanço para a sociedade brasileira. A principal função do Congresso é fiscalizar as contas da República”, comentou
18 DE JUNHO DE 2015 ÀS 19:06
Agência Senado – O presidente do Senado, Renan Calheiros, que preside a Mesa do Congresso Nacional, recebeu nesta quinta-feira (18) o relatório do ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas da União, que aponta irregularidades nas contas do governo federal em 2014.

O TCU estabeleceu um prazo de 30 dias para que o governo explique os indícios encontrados. Depois disso, o tribunal votará o relatório, que embasará a análise das contas públicas federais pelo próprio Congresso.

Após se reunir com Renan para apresentar o documento, o ministro Nardes disse sair otimista de que o Legislativo vá fazer desta vez a avaliação das contas do governo, o que não acontece desde 2002.

— Senti uma excelente boa vontade. Ele [Renan] disse que priorizaria isso. É um avanço para a sociedade brasileira. A principal função do Congresso é fiscalizar as contas da República — disse.

Renan elogiou a decisão do TCU de conceder ao governo federal um prazo para se explicar.

— Garante o contraditório e abre espaço para que se esclareça tudo — avaliou.