O presidente Airton Procópio demonstra muito contentamento com a migração ontem das RPVs da Segunda Vara Federal.

Como hoje se inicia o recesso forense, que vai até o dia 6 de janeiro, Airton espera que até a segunda quinzena daquele mês, todos os sindicalizados já tenha recebido o que lhes é de direito.

Airton revela que sem alarde, na companhia de outros diretores e até mesmo alguns sindicalizados vinha acompanhando a tramitação na Primeira e na Segunda Vara. Ainda ontem esteve na Segunda Vara e recebeu a promessa que tal RPV iria migrar até o final do dia, conforme aconteceu no final da tarde.

Na primeira Vara o pessoal de nível superior – com exceção de alguns – não recebeu, tendo em vista que a magistrada entendeu que não se enquadrava nos limites de 60 salários mínimos da RPV, mas o advogado Hélio Vieira já peticionou e a mesma ficou de reexaminar o assunto.

Com relação aos descontos do PSS que vendo sendo feito quando do pagamento das RPVs, o Sindicato, autorizado pela Assembleia da categoria, já contratou a banca do advogado Salatiel, bastante conhecido de todos, pois foi magistrado em Rondônia e já atuou com sucesso em outra ação nossa.

O Sindicato através dos seus diretores irá se debruçar agora na ação do Breno de Paula e na ação de Localidade, e principalmente na questão de reajuste salarial, cujo trabalho já vendo sendo feito há meses.

Em janeiro próximo Airton revela que vai estar em Brasília, para acompanhar a confecção das novas folhas salariais, pois espera, conforme prometido pelo senadores Valdir Raupp e Romero Jucá, que seja mantida a paridade com a Polícia Federal, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal, pareceres e notas técnicas do Ministério do Planejamento.

Para Airton Procópio o ano se encerra com muitas conquistas, cuja coroação se dará com a confirmação da nossa paridade em janeiro próximo e o recebimento das ações que faltam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.