Operação Custo Brasil – Senado acionará STF por ação na casa da senadora Gleisi

Cadu Andrade Cadu Andrade

BUSCA E APREENSÃO REALIZADA PELA PF FOI AUTORIZADA PELA 1ª INSTÂNCIA

EM NOTA, A BANCADA DO PT CHAMOU A AÇÃO DE “INVASÃO” (FOTO: CADU ANDRADE/AE)

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), determinou nesta quinta-feira, 23, que a Advocacia Geral do Senado ingresse junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) com uma reclamação formal contra a ação de busca e apreensão realizada nesta manhã no apartamento funcional da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). A ação, batizada de Operação Custo Brasil, também prendeu o ex-ministro Paulo Bernardo, marido da petista.
O entendimento da Casa é de que os casos de busca e apreensão em imóveis funcionais usados por senadores só podem ser realizados com autorização do STF e não de um juiz de primeiro grau, como aconteceu. A prisão e a busca foram autorizadas pela 6ª Vara Criminal Federal em São Paulo.

Em nota, a bancada do PT chamou a ação de “invasão”. Vários senadores disseram que estavam indignados com o fato como ocorreu. A Polícia do Senado acompanhou a ação.

Diariodopoder.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.