O mau atendimento da Unimed da Paraíba e de Rondônia

WhatsApp
Facebook
Twitter

 


  • O MAU ATENDIMENTO DA UNIMED PARAÍBA E RONDÔNIA

    Necessitei ontem me dirigir a unidade da Unimed, que fica próxima a Praça Pedro Gondim aqui em João Pessoa para solicitar autorização de um simples exame urológico, pois como deveria ser de praxe não consegui autorização no consultório do meu medico, tendo então de ir até o intercambio, já que a seu plano é original é do estado de Rondônia.

    Cheguei ali exatamente as 08h53min e mesmo já tendo mais de 60 anos, tal fato foi ignorado e recebei uma senha escrita M1, ou seja, mesmo em tal horário, a pessoa encarregada de tal setor não tinha recebido absolutamente ninguém, já que eu seria o primeiro e fiquei ali esperando até 09h30min quando então resolvi abordar a recepcionista exigindo dessa uma senha de preferencial, já não tinha cabimento ficar ali indefinidamente para uma simples autorização, o que lhe foi concedido, sendo que cerca de 10 minutos depois quando já me encontrava com as duas senhas, eis que chamaram a senha M1 e para a minha surpresa fui atendido por um senhor com farda da Unimed que já tinha visto passar por ali nos corredores por diversas vezes e que mesmo assim não conseguiu a dita autorização e então mandou que eu retornasse ao balcão e solicitasse uma nova senha para ser atendido pelas moças ali das mesas.

    Por sorte o mesmo eu já tinha em mãos uma segunda senha, pois caso contrário iria só naquele instante já perto das 10 horas solicitar nova senha e iria esperar ali por muito mais tempo, pois seria com certeza o último a ser atendido numa sala repleta de pessoas.
    Quando a Unimed de João Pessoa tirou o intercambio de sua sede principal, colocando tal serviço em novo endereço, todo mundo imaginou que o serviço iria ficar muito bom, mas continua muito ruim o atendimento aos seus usuários, tanto que durante a minha permanência lá, que perdurou até as 10:10, ou seja 1:7h, de espera, várias pessoas em voz alta reclamavam do atendimento, tendo inclusive uma senhora cansada com a espera, ameaçado chamar a imprensa.

    Em tempo: Antes que alguém pense que se tratava de um exame complexo e caro, convém registrar que todo esse problema foi gerado pela Unimed Rondônia, que autorizou um exame de ultra-sonografia de abdômen total e até agora não autorizou um simples exame de fluxometria, que nada mais é do que o sujeito no próprio consultório médico, urinar dentro de um recipiente de plástico, para se medir o fluxo urinário (volume de urina que passa pela uretra em uma unidade de tempo), ou seja, deve ser mais barato do que um exame de urina.

    Considerando que até 14;30 horas de terça feira, estando esperando desde ontem e  nada foi resolvido, solicito aos caros diretores da Unimed, urgentes providências, para que tal fato não aconteça mais com nenhum dos nossos sindicalizados.
    Pedro Manoel Macedo Marinho
    Diretor de Imprensa do Sinpfetro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias

Screenshot_20240718_121050_WhatsApp
Luto - Adalberto Mendanha
Screenshot_20240714_160605_Chrome
Luto - Morre Dalton di Franco
Screenshot_20240702_125103_WhatsApp
Luto - Cleuza Arruda Ruas
Screenshot_20240702_102327_WhatsApp
Corpo de Bombeiros conduz o corpo do Colega Jesse Bittencourt até o cemitério.
Screenshot_20240701_163703_WhatsApp
Luto - Jesse Mendonça Bitencourt
IMG-20240624-WA0159
Luto - Morre Salvador Santos
Screenshot_20240305_093343_Gallery
Unimed -Teleconsulta
Screenshot_20240312_051459_Facebook
Luto – Gertudes Alves Araujo Finzes
Screenshot_20240304_182440_WhatsApp
Nota de pesar - Francisco Candido Marcolino Neto
Screenshot_20240123_061932_Chrome
Bancada sindical busca consenso para apresentar contraproposta na MNNP

Últimas do Acervo

Screenshot_20240719_062109_Chrome
Dois anos da morte da morte do colega João Caetano da Silva.
Screenshot_20240719_061523_Chrome
Quatro anos da morte da morte do colega Antonio Jose Lizardo.
Screenshot_20240711_181900_WhatsApp
Um ano do falecimento do colega Jose Henrique da Silva.
Screenshot_20240711_123156_Chrome
Nove anos da morte do colega Justino Alves
Screenshot_20240702_125103_WhatsApp
Luto - Cleuza Arruda Ruas
Screenshot_20240702_102327_WhatsApp
Corpo de Bombeiros conduz o corpo do Colega Jesse Bittencourt até o cemitério.
Screenshot_20240701_163703_WhatsApp
Luto - Jesse Mendonça Bitencourt
Screenshot_20240610_144417_Chrome
Um ano da morte do colega Joao Couto Cavalcante
Nossa capa de hoje daremos destaque à colega Datiloscopista do ex-Territorio, Juliana Josefa da Silva, pessoa muito amável e querida por todos que a conhece.
Coletânea de arquivos fotográficos de companheiros antigos da PC - RO
Screenshot_20240510_192125_WhatsApp
Um ano da morte da morte do colega Antônio Rodrigues da Silva

Conte sua história

20220903_061321
Suicídio em Rondônia - Enforcamento na cela.
20220902_053249
Em estrada de barro, cadáver cai de rabecão
20220818_201452
A explosao de um quartel em Cacoal
20220817_155512
O risco de uma tragédia
20220817_064227
Assaltos a bancos continuam em nossos dias
116208107_10223720050895198_6489308194031296448_n
O começo de uma aventura que deu certo - Antonio Augusto Guimarães
245944177_10227235180291236_4122698932623636460_n
Três episódios da delegada Ivanilda Andrade na Polícia - Pedro Marinho
gabinete
O dia em que um preso, tentou esmurrar um delegado dentro do seu gabinete - Pedro Marinho.
Sem título
Em Porto Velho assaltantes levaram até o pesado cofre da Padaria Popular
cacoal
Cacoal nas eleições de 1978 - João Paulo das Virgens