Truculência Policial – Francisco R. Lima

Truculência Policial!

É lamentável o que vem ocorrendo com a segurança de nosso País em se tratando de ações violentas por parte de guardas municipais, policiais, civis, militares e federais, quando da abordagem em blitz, suspeitos de crimes, ou por outro motivo em desacordo com a lei, como ocorreu recentemente em Sergipe por parte de policiais rodoviarios federais que culminou com a morte de um homem, que segundo o IML daquele Estado teve como “causa mortis”, asfixia mecânica.

Não se pode generalizar e nem criticar referidas instituições de segurança pública por uma ação desastrosa e inaceitável como essa da PRF. Ação abrupta, anti-legalista e cruel que merece ser apurada e punida com os rigores da lei.

É de essencial importância que as Academias de Policia, quando dos cursos de preparação de policiais, intensifiquem com maior rigor cursos de Psicologia da Personalidade e Psicologia Aplicada às Relações Humanas, fazendo-os acontecer alternadamente no decorrer das atividades policiais no dia a dia.

A prática desses cursos pode muito bem minimizar o stress que ora passam agentes que lidam continuamente com tipos diversos de casos que exigem ações legalistas, enérgicas e de soluções imediatas.

Aqui vai o nosso conselho! Antes de se decidir a ingressar na carreira policial, faça uma análise de consciência de si mesmo, buscando saber se a sua vocação se afina com esse espinhoso mister.

Bacharel Francisco Ribeiro Lima
Delegado de Polícia/perito Criminal
Ex-Territorio Federal de Rondônia

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.